Falhas da Copel causam prejuízos para Colinas FM. Emissora teve equipamentos danificados

(Do Informe Policial – Gilson dos Santos)

14/11/2014

Falhas da Copel causam prejuízos para Colinas FM

Emissora teve equipamentos danificados

Clique para AmpliarA Colinas FM de Ibaiti, uma das mais importantes emissoras de rádio do Norte do Paraná teve um grande prejuízo na semana passada. Vários equipamentos da empresa ficaram danificados em virtude de uma falha no fornecimento de energia elétrica da Copel. Segundo um boletim de ocorrência registrado por um funcionário da emissora junto à polícia, a falha aconteceu por volta das 18 horas da última sexta-feira (7), deixando a rádio fora do ar por alguns minutos. Ainda segundo o BO, os equipamentos que ficaram danificados foram: placas de computadores; processador teletronix; processador de áudio DSPX FM; mesa BB Tech; processador de voz Beringer; portão eletrônico, sistema de câmeras de segurança entre outros.

A direção da emissora teve que contratar assistência técnica de fora. Alguns equipamentos foram levados para a cidade de Londrina para serem consertados ou substituídos. Segundo informou Vitor Paraná, o “Reportér Águia Um” do programa “A Voz do Povo”, a rádio está funcionando precariamente, inclusive mono e sem outros recursos, como por exemplo o sistema inforec, responsável pelas gravações. A direção da Colinas FM pretende ter os prejuízos restituídos pela Copel.

A Copel não informou o que causou a falha no fornecimento de energia no bairro Bela Vista, onde estão instalados os estúdios da Colinas FM (foto). No site da Copel estão descritos alguns procedimentos que o usuários deve tomar ao pedir ressarcimentos por danos causados por falhas no fornecimento de energia.

Fonte: http://www.informepolicial.com/site/abre/exibe_noticia/11965/Falhas+da+Copel+causam+prejuizos+para+Colinas+FM.html

Arquivado em Diversas

Deixe um Comentário!

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Digite os caracteres da imagem no campo acima

© 2017 - Blog do Cesar de Mello.