Arquivo de 06 / 2014

EMPREGOS: Apenas 39% dos municípios do Norte Pioneiro têm saldo de empregos positivo. No primeiro trimestre, setor sucroalcooleiro colocou Cambará no topo do ranking e Bandeirantes em último no Norte Pioneiro, segundo dados do Caged

Escrito por Admin a 14 de junho de 2014

(Da Folha de Londrina)

Saulo Ohara/17-04-2013
Lavouras de cana foram responsáveis pelo saldo positivo de contratações no Norte Pioneiro
Cambará – De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do governo federal, 1.064 vagas de emprego foram geradas no primeiro quadrimestre do ano no Norte Pioneiro. Foram 8.643 admissões contra 7.579 demissões no período. No Paraná, 579.135 pessoas foram admitidas e 523.214 demitidas, saldo de 55.921. Dos 46 municípios do Norte Pioneiro, apenas 18 (39%) tiveram saldo positivo. Impulsionada pelo aquecimento do setor sucroalcooleiro nos primeiros meses do ano, Cambará lidera o ranking com 1.234 admissões e 644 demissões, variação de 590 empregos. O mesmo setor contribuiu para deixar Bandeirantes no fim da tabela, com 599 contratações e 726 demissões (-127). 

Além de Cambará, integram a lista nas cinco primeiras posições: Santo Antônio da Platina (492), Andirá (231), Cornélio Procópio (110) e Ribeirão Claro (105). A partir da sexta colocada, Santa Mariana, o saldo cai drasticamente para 29. São José da Boa Vista, na 18ª posição, é a última com saldo positivo, (2). As últimas três posições são ocupadas por municípios importantes. Siqueira Campos, município mais industrializado da região, teve balança negativa de 70 demissões. Jacarezinho apresentou variação de (-82) e Bandeirantes (-127). O secretário de Indústria e Comércio de Bandeirantes, José Roberto Altivani, creditou os dados à sazonalidade da safra de cana-de-açúcar, mas não soube detalhar o motivo das 92 demissões no setor.

O presidente do comitê gestor de micros e pequenas empresas de Cambará, André Telles da Silva, explicou que as vagas sazonais sempre impulsionam o município para o primeiro lugar do ranking nos primeiros meses do ano, mas contou que falta fôlego para manter os resultados no segundo semestre. “Fevereiro e Março são meses em que as usinas trabalham no máximo da capacidade, porém no segundo semestre recuamos tradicionalmente para a quinta ou sexta posição”. O setor alimentício, que abriga unidades da Panco e a Yoki, também contribui com o aquecimento da economia na cidade com contratações expressivas de operadores de linha de produção.

Já em Santo Antônio da Platina, a planta da multinacional Yazaki do Brasil, fabricante de chicotes elétricos para veículos, é a maior empregadora do município. Nesses quatro meses, foram 593 contratações e 162 demissões no cargo de alimentador de linha de produção. O Secretário de Indústria e Comércio, Genildo José Luiz Siqueira, destacou também o crescimento do ramo de confecção. Já no setor comercial a variação foi negativa, com 32 demissões a mais que contratações no cargo de vendedores do comércio varejista.

MICRORREGIÕES
Entre as cinco microrregiões, a de Jacarezinho foi a melhor colocada, com saldo de 1.096 empregos. Destaque para Cambará, Santo Antônio da Platina e Ribeirão Claro. O segundo melhor desempenho é da microrregião de Cornélio Procópio, com saldo de 145 empregos. A microrregião de Ibaiti ficou em uma zona intermediária, com saldo de 21 empregos gerados. No entanto, Ibaiti teve 12 demissões a mais que contratações. As piores situações foram registradas nas microrregiões de Assaí (-96) e de Wenceslau Braz (-102).

Celso Felizardo
Reportagem Local

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Prefeito Roberto Regazzo anuncia recuperação de ruas da cidade de Ibaiti

Escrito por Admin a 13 de junho de 2014

O Prefeito Roberto Regazzo confirmou que as obras de recape serão iniciadas nos próximos dias. No site oficial da Prefeitura está publicada a homologação da licitação.

Confira:

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO E ADJUDICAÇÃO

TOMADA DE PREÇO 006-2014

PROCESSO ADMINISTRATIVO 060-2014

O Prefeito Municipal de Ibaiti – Paraná, no uso das atribuições legais, considerando haver a Comissão de Licitação, cumprido todas as exigências do procedimento de licitação na Modalidade TOMADA DE PREÇOS Nº 006/2014, Tipo Menor Preço, Processo Administrativo nº 060/2014, ,cujo objeto é a contratação de empresa visando a execução das obras de Recape em CBUQ, contendo os serviços de (Placa de Obra, Revestimento de pavimento com reperfilamento e tapa buracos em CBUQ, Paisagismo (calçada e rampa de acesso para deficientes e a sinalização de transito) em diversas ruas do Município, conforme especificado nos Anexos do referido Edital, parte integrante do processo, afigurando-se que a licitação encontra-se regularmente desenvolvida para produzir os efeitos legais e jurídicos, bem como,  autorização para homologação emitida pelo Paraná Urbano através do SAM – Sistema de Acompanhamento e Monitoramento de projetos), nos termos da legislação vigente, art. 43, inciso VI e art. 64 da Lei Federal Nº 8.666/,de 21 de junho de 1993 e alterações posteriores, fica o presente processo ADJUDICADO E HOMOLOGADO em favor da empresa vencedora do certame:  DEBORAH MONIQUE FERNANDEZ – EIRELI – EPP, (PAVITEC) , inscrita no CNPJ sob o Nº 17.330.640/0001-62, com sede em Prudentópolis/PR, na Rua Princesa Isabel, n. 236, CEP 84.400-000, por ter apresentado a proposta mais vantajosa para a Administração, cujo valor global é de R$ 820.000,00 (Oitocentos e Vinte Mil Reais).

Decido ainda, determinar a convocação da Licitante vencedora, na pessoa de sua representante legal ou procurador, a comparecer no Setor de Licitações e Contratos da Prefeitura Municipal de Ibaiti/PR,, dentro do prazo de 05 (cinco) dias úteis, para assinatura do Contrato de Empreitada, sob pena de decair do direito de contratação e sujeitando-se às penalidades previstas em lei.

Ibaiti – PR, 13 de Junho de 2014. ROBERTO REGAZZO

Prefeito Municipal

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Fantástico mostra um retrato contundente da corrupção no Brasil, nas palavras de gente que conhece por dentro as tramoias da política.

Escrito por Admin a 11 de junho de 2014

Assessores e ex-deputado revelam como funciona esquema de corrupção

Fantástico mostra um retrato contundente da corrupção no Brasil, nas palavras de gente que conhece por dentro as tramoias da política.

Quanto custa eleger um candidato na base da desonestidade, da troca de favores?

O Fantástico mostra um retrato contundente da corrupção no Brasil, nas palavras de especialistas. Gente que conhece por dentro as tramoias da política.

Guarde bem este nome: Cândido Peçanha. Um deputado eleito democraticamente que faz tudo pelo poder. “A compra do voto no dia da eleição sai a R$50, o voto”, afirma.

Não tem honra. “Político não tem remorso. Político tem conta bancária”, destaca.

Não sabe o que é ter escrúpulos. “Existem várias formas de desviar dinheiro público”, revela.

Você saberá tudo sobre esse político. Só não vai conseguir ver o rosto, porque Cândido Peçanha não existe na figura de uma pessoa só. Cândido Peçanha é um personagem criado pelo juiz de direito Marlon Reis para o livro “O Nobre Deputado”.

“É a representação de parlamentares que existem, que ocupam grande parte das cadeiras parlamentares do Brasil e que precisam deixar de existir”, afirma Marlon Reis, juiz de direito.

Para criar o personagem, o juiz Marlon Reis ouviu histórias reais de mais de 100 pessoas que transitam no mundo político. Entre elas, um ex-deputado federal que vai se candidatar novamente nessas eleições.

“Não precisa fazer muita coisa para ter o voto porque a população não tem força nem segurança para contestar nada”, destaca o ex-deputado.

E dois assessores parlamentares, que o Fantástico ouviu com exclusividade.

Assessor: Durante muito tempo fui militante político, desde cabo eleitoral, assessor, faz tudo.

Fantástico: E fazer tudo era também intermediar algumas coisas, a pedido dos políticos, desonestas?

Assessor: Quando necessário.

Eles revelam o ‘bê-a-bá’ da corrupção. Tudo com garantia do anonimato.

Fantástico: O senhor decidiu denunciar por quê?

Assessor: Veja bem, se você for no interior, muitas crianças passando fome, casas de taipa, estradas sem asfalto. Isso indigna a gente. Sempre tive consciência disso. Só não podia denunciar. Quem denuncia, morre. Nego mata aí brincando.

Com base nesses depoimentos, o juiz, que foi um dos principais defensores da “Lei da Ficha Limpa”, conseguiu descobrir como nasce, cresce e se perpetua um corrupto na política brasileira.

Tudo começa na eleição. E para ganhá-la é preciso ter dinheiro. Muito dinheiro.

“Para ser eleito é preciso pagar, comprar apoio político, e que é essa a base dos gastos de campanha”, afirma Marlon Reis.

Uma gastança que faz do Brasil um recordista mundial: proporcionalmente à riqueza do país, aqui são feitas as campanhas mais caras do planeta.

Nas últimas eleições, em 2012, os gastos ultrapassaram R$ 4,5 bilhões. E tem mais: das cinco maiores doadoras de campanha, três são empreiteiras. Mas também há quem levante dinheiro por baixo dos panos.

“Todos os entrevistados mencionavam sempre que é a agiotagem. O uso da agiotagem como fundo de dinheiro para política, que me surpreendeu”, ressalta o juiz.

Isso significa que candidatos – como o “Cândido Peçanha” – recorrem até a empréstimos ilegais. O pior é que tudo terá que ser pago depois da posse.

Assessor: Ele entra no mandato endividado. Ele precisa do dinheiro.

Fantástico: Mas como ele faz para pegar esse dinheiro e jogar na mão do agiota sem ser notada a falta do dinheiro no cofre?

Assessor: Existem várias maneiras de fazer isso.

Segundo o assessor, um dos alvos é o dinheiro para a educação.

Assessor: O cara saca o dinheiro e entrega para ele. Normal.

Fantástico: Mas não teria que sacar e comprovar onde gastou?

Assessor: Para quem?

Fantástico: Para a Câmara dos Vereadores.

Assessor: Como assim, se os vereadores são cúmplices?

Fantástico: Ou, se for o governador, para a Assembleia Legislativa.

Assessor: Que também é cúmplice.

Fantástico: Mas tem o Tribunal de Contas do Estado.

Assessor: Que também é cúmplice.

Fantástico: O senhor quer dizer que todos são envolvidos?

Assessor: Cúmplices. Todos são. É uma máfia.

Para as empreiteiras, são criadas licitações fraudulentas, obras superfaturadas.

“As empresas, elas não doam. Elas antecipam um dinheiro que será depois obtido e multiplicado por muitas vezes através de contratos dirigidos e direcionados”, explica Reis.

Um estudo do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (Iuperj) revelou quanto as 10 maiores doadoras de campanha no Brasil em 2010 lucraram nos dois anos seguintes em contratos com o governo eleito: um valor 20 vezes maior do que foi doado.

“Uma relação de causa e efeito entre o ato de doar e o que pode vir depois, contratos com poder público”, diz Carlos Velloso, ex-presidente do TSE.

Com os agiotas o retorno é mais direto e danoso.

“Aparenta uma doação mas, na verdade, é um empréstimo que será pago a duras penas pela sociedade. Incrível o que eles relatam: 10% a 20% ao mês de juros”, detalha Reis.

“O agiota recebe o cheque da conta pública. É um sistema perverso, quem paga é a população, não é o prefeito”, afirma o assessor.

Os moradores de São Pedro da Água Branca, no sul do Maranhão, sentem na pele os efeitos da falcatrua.

“No momento, aqui tá faltando um bocado de coisa. Tá faltando a merenda dos meninos que estão cobrando de nós e não temos”, conta Francisca Isaura Araujo, zeladora de uma escola.

Um levantamento feito por cinco escolas do município de São Pedro da Água Branca revelou que em 2008 houve a maior evasão escolar do estado do Maranhão. Naquele ano de eleições municipais, 35% das crianças abandonaram as salas de aula porque não tinham o que comer na hora do recreio. Ou seja: um terço dos alunos simplesmente deixou de estudar. De acordo com a denúncia do Ministério Público, acatada pela Justiça, o dinheiro que era da merenda escolar, que deveria ser gasto nas cantinas das escolas, foi usado para comprar votos.

“As investigações conseguiram demonstrar que foram feitas diversas transferências bancárias com recursos públicos para conta da campanha”, ressalta a promotora Raquel Chaves Duarte.

O Fantástico foi atrás do ex-prefeito Idelzio Oliveira, o Juca, mas não o encontrou. Ele também não foi encontrado pelo oficial de Justiça que há duas semanas tenta informá-lo da condenação: nove anos e seis meses de cadeia.

“Tem vez que passa semana aqui sem merenda”, revela o estudante Emerson Conceição.

“A gente não estuda direito com fome”, afirma o estudante Artur Coelho.

Como a despesa costuma ser grande, depois de eleito o Cândido Peçanha já pensa nos gastos da próxima eleição.

Fantástico: O que custaria uma reeleição de deputado federal?

Assessor: Acima de R$ 5 milhões.

Uma fortuna que ele começa a levantar com antecedência. Segundo o juiz Marlon Reis, a maior parte do dinheiro desviado sai de emendas parlamentares. É como deputados e vereadores destinam parte do orçamento público para obras indicadas por eles.

“Eles vinculam a destinação da emenda à retenção de uma importante parcela do valor daquela emenda. Uma porcentagem que, segundo todas as minhas fontes, é de no mínimo 20%. E que pode chegar a parcelas bem maiores de 30% e até 50%”, explica Reis.

Assessor: Os deputados que eu conheço, todos pegam retorno das suas emendas. Se ele põe R$ 1 milhão, na faixa de uns R$ 300 mil fica para a campanha do deputado.

Segundo o autor do livro, mesmo depois de desfalcada pela parte que vai pro bolso do parlamentar, a verba ainda sofre outras perdas.

“O desvio é feito de duas formas. Uma: o superfaturamento da obra que é apresentada um valor maior do que realmente deveria ter. Ou então com a execução da obra em padrão distinto daquele tecnicamente definido. Além de superfaturar, ainda se constrói abaixo dos requisitos técnicos”, observa Reis.

“Muitas vezes isso é disfarçado de obras que parecem legítimas, sem que saibamos como a obra foi feita. Possivelmente com irregularidade e falhas técnicas”, ressalta o procurador geral eleitoral de Santa Catarina André Bertuol.

A rua Angelo Vanelli virou o principal endereço do esquema de corrupção descoberto em Blumenau. Um símbolo da troca de obras de ocasião por votos. A rua foi asfaltada às vésperas da última eleição municipal, sem qualquer planejamento. O asfalto foi literalmente jogado. Uma camada tão fininha que dá até para tirar com a mão. Não resistiu às primeiras chuvas. Foi essa rua que abriu caminho para a investigação do Ministério Público, que levou à cassação de cinco vereadores, um quinto da Câmara Municipal.

O único dos cinco vereadores cassados que o Fantástico conseguiu encontrar estava trabalhando. O ex-vereador Celio Dias voltou a ser guarda municipal, ironicamente um “agente da lei”.

“Acordo de manhã cedo, vou dormir com a cabeça muito tranquila porque sei que não fiz nada de errado e que sou um injustiçado nesse processo”, conta Celio Dias, ex-vereador e guarda municipal.

Quem pode julgar o discurso dos políticos e comparar com a realidade é o eleitor.

“Muitas vezes, o sujeito está reclamando de certos políticos aí, seja no Congresso, seja no Executivo, e eu costumo dizer: ‘Mas ele não está lá de graça não. Fomos nós que os colocamos lá’”, revela Carlos Velloso.

O ex-presidente do Tribunal Superior Eleitoral orienta: “Eleitor, examine a vida pregressa do seu candidato. Tem gente honesta, sim, aí. Agora, tem os aproveitadores. Exatamente esses é que precisam ser banidos da vida pública”.

Aproveitadores como Cândido Peçanha, que graças ao voto consciente pode um dia se tornar apenas um personagem de um livro de ficção.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Ladrões ameaçam atear fogo no ex-senador Zé do Chapéu durante assalto a residência em Carlópolis

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

O ex-senador, José Eduardo Andrade Vieira, ex-dono do Bamerindus, viveu momentos de terror na manhã desta segunda-feira (9). Ele teve a casa em que mora com a família em Carlópolis , no Norte do Paraná, invadida por três homens e permaneceu rendido sob ameaça por quase duas horas.

De acordo com o delegado Marcos Paulo Rubira, Vieira saiu para levar o filho de 12 anos no colégio e quando retornou foi surpreendido com os bandidos já dentro da residência, rendendo a empregada doméstica. O trio estava armado e procurava dinheiro e ouro nas coisas do ex-banqueiro.

Zé do Chapéu, como é popularmente conhecido no meio político, ainda foi ameaçado pelos ladrões. Eles chegaram a jogar álcool em cima de seu corpo e ameaçaram atear fogo e fugir. Porém, a ação não se concretizou. “Ele não sofreu agressão física”, contou o delegado.

Para fugir, o trio pegou a caminhonete Toyota Hilux de propriedade da família. Os homens levaram cerca de R$ 800 em dinheiro, um notebook, sapateiras, bebidas alcoólicas e louças de cozinha. “Não eram coisas de grande valor”, comentou Rubira, que ainda citou que há denúncias informando que o veículo teria sido visto já no Estado de São Paulo.

Além do ex-senador e a empregada, outros três funcionários que chegaram durante o crime ficaram presos dentro de um dos cômodos da casa. Eles só conseguiram se libertar por volta das 9h30, com ajuda de vizinhos e então acionar a Polícia Militar (PM). No local, não havia câmeras de segurança. Nesta tarde, o delegado colhia depoimentos para identificação dos suspeitos.

Em 1997, durante o governo Fernando Henrique Cardoso, Zé do Chapéu teve seu banco, o Bamerindus, vendido pelo Banco Central ao grupo inglês HSBC. Também atuou como ministro da Indústria, do Comércio e do Turismo e da Agricultura, Abastecimento e Reforma Agrária, entre 1992 e 1993 e, posteriormente, em 1996.

Fonte: juliana leite foto brasil247 – Postado em 09/06/2014

http://www.jrdiario.com.br/ver_noticia.php?id=45266

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

CUIDADO COM O GOLPE DA “AMEAÇA DE MORTE”. Golpe da ameaça de morte é praticado contra empresários e também contra prefeitos

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

Golpe da ameaça de morte e extorsão contra prefeitos também em Sergipe

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Sergipe está investigando ligações que alguns prefeitos sergipanos estão recebendo com ameaças de morte. De acordo com o secretário Kércio Pinto, até agora quatro prefeitos já foram vítimas do possível golpe, os dos municípios de Santana de São Francisco, Lagarto, Tobias Barreto e Canindé.

A tentativa de extorsão ocorre da seguinte forma: os prefeitos recebem ligações na sede da prefeitura de supostos pistoleiros dizendo que foram contratados para assassiná-los, só que o mandante do crime não teria pago pelo serviço, desta forma, os criminosos ameaçam os políticos dizendo que, para não executar o crime, querem receber uma certa quantia em dinheiro, em alguns casos o valor pedido é de R$ 15 mil.

Kércio, contou em entrevista a um programa de rádio que os  telefonemas partem da cidade de Aparecida de Goiânia, localizada no Estado de Goiás. As ligações são feitas de dois telefones já identificados e a Polícia Civil está tentando chegar aos autores do golpe. ?Outros números poderão estar sendo utilizados. Os prefeitos e candidatos podem receber essas ligações, mas o alerta que eu faço é que não devem levar muito a sério e que devem comunicar o fato à SSP?, ressalta.

O secretário chegou a entrar em contato com um dos supostos criminosos por telefone e  conversou se passando pelo prefeito de Santana do São Francisco. Ele disse que estaria disposto a pagar e foi informado de que teria uma pessoa próxima a ele que iria pegar o dinheiro e denunciar quem foi o mandante. No entanto, Kércio disse que não há confirmação de que teriam pessoas ligadas aos golpes aqui no Estado. ?O conselho que eu dou a quem receber esse tipo de ligação é que não se desesperem, não façam pagamentos, procurem a SSP. Tudo isso é falso, eles não estão em Sergipe e a Polícia Civil já está investigando o caso?, explica.

(FONTE: http://jornalpequeno.com.br/edicao/2008/09/07/golpe-da-ameaca-de-morte-e-extorsao-contra-prefeitos-tambem-em-sergipe/ (postado em 07.09.2008).

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

JABOTI: PM DESMANTELA BANDO QUE PRATICOU ROUBO EM RESIDÊNCIA.

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2º BPM: OPERAÇÃO POLICIAL MILITAR DESMANTELA BANDO QUE PRATICOU ROUBO EM JABOTI.

Nesta sexta-feira (06/06), durante Operação Policial Militar conjunta realizada pelos policiais militares do 2º e 18º Batalhão de Polícia Militar, por volta das 10h30, resultaram na apreensão dos adolescentes M. H. C., e L. B. B. B, 16 e 17 anos de idade, respectivamente, junto à cidade de Congonhinhas, pela prática, em tese, de roubo e cárcere privado, ocorrido momentos antes na cidade de Jaboti, sendo eles, portanto, oriundos da localidade de Ibiporã.

A mencionada Operação Policial Militar foi iniciada, logo após, a notícia de que dois desconhecidos, por volta das 06h00, portando armas de fogo nas mãos, tipo revólver, haviam invadido uma determinada residência na localidade de Jaboti, e mediante graves ameaças, bem como cárcere privado, acabaram subtraindo daquela casa, várias jóias, dinheiro e um revólver, além de outros objetos, se evadindo na sequência sentido rumo ignorado.

Sendo assim, no trâmite das diligências PM, num primeiro momento foi procedida à apreensão de uma motocicleta marca Honda/Twiester, cor vermelha (foto), encontrada abandonada em Pinhalão, e que possuía um registro de furto junto à cidade de Ibiporã, cujos ocupantes da referida motocicleta, depois de abandoná-la, embarcaram num veículo taxi local, sendo eles, portanto, no cerco policial abordados chegando à cidade de Congonhinhas em posse, inclusive, de todo o material subtraído, que foi apreendido juntamente com o revólver que utilizaram para a prática do roubo.

Como desfecho da bem sucedida Operação PM, os policiais militares das Agências de Inteligências dos Batalhões PM de Jacarezinho e Cornélio Procópio, em parceria também com as equipes de radiopatrulhas sob circunscrição, identificaram o suposto articulador do crime de roubo, residente na localidade de Ibiporã, entretanto, não foi o encontrado, contudo, foi procedida à prisão em flagrante de outro integrante do bando, identificado como ANDERSON PAREDES DE OLIVEIRA, morador, assim como encontrado na cidade de Jaboti, visto que a princípio teria auxiliado na prática do delito com informações e indicação da casa a ser roubada.

Por fim, ressalta-se que os adolescentes infratores em questão, foram autuados junto a Delegacia de Polícia de Congonhinhas, e na sequência juntamente com os materiais aprendidos, foram conduzidos até a Delegacia de Polícia de Tomazina, onde permanecerão separados dos presos adultos, aguardando deliberações do Representante do Ministério Público local, haja vista que o ato infracional cometido foi mediante violência ou grave ameaça à pessoa.

De acordo com o Sr. Ten. Cel. Antonio Carlos de Morais, Comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, os policiais atuaram de maneira exemplar, mostrando que a dedicação e comprometimento com a causa pública, além da extraordinária rapidez e eficiência reconhecida pela Instituição, também refletem de maneira positiva e satisfatória perante a comunidade.

Agência Local de Inteligência da 3ª Cia. PM/2º BPM

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Marginal de penitenciária tenta extorquir prefeito. Cúmplice presa ontem em Joaquim Távora

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

(Do Np Diário – Valcir Machado).

O prefeito Gelson Nassar(foto), do PSDB, viveu momentos difíceis nos últimos três dias com um marginal exigindo dinheiro para lhe dar supostas informações privilegiadas.O tucano resolveu fingir com o homem que o extorquia e “concordou” com ceder às chantagens e receber um pen drive que conteria as tais notícias.E avisou a polícia.
Por volta das 19h30m desta sexta-feira,dia seis, as polícias civil e militar prenderam Priscila Cristina Leão,23 anos, durante abordagem no mercado da família de Nassar.
A jovem veio de Santa Mariana(pequena cidade perto de Bandeirantes) com um mototaxista e estava no mercado,no centro da cidade, local combinado.O pen drive que a moça trazia,porém, não continha nada.
Os policiais abordaram e detiveram rapazes que estavam nas proximidades(fotos), mas foram liberados depois de ouvidos e constatado nada terem com o crime.Na abordagem o investigador da polícia civil Roberson apreendeu com Denílson Alves da Silva uma bucha de maconha.
Segundo a reportagem apurou, a jovem disse ter sido contratada apenas para transportar o dispositivo portátil de armazenamento e deu o nome do contratante, Igor Yuri de Barros,marginal preso na Penitenciária Estadual de Londrina.Ela deveria pegar um envelope com dinheiro que seria dado pela primeira dama,Karen.
O mototaxista Eliel Calixto da Silva disse desconhecer o que ocorria.
O chefe do executivo foi procurado,entretanto,preferiu não prestar declarações.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

JULIA DIB… um talento sem limites!!!

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

 

 

 

 

 

 

 

 

Julia Dib… uma garota abençoada. Seu elevado nível intelectual tem chamado a atenção, já há bastante tempo. Ela impressiona a todos por seu brilhante e invulgar desempenho na escola, na família, entre amigos. É do tipo quietinha, “mas que sabe tudo”. Agora essa surpresa agradável, pois ela vem revelando também grande talento cantando. Hoje tive a grata satisfação de ser presenteado com um CD gravado pela Júlia, interpretando famosas canções de repercussão internacional (veja na capa). Detalhe: ela tem apenas 12 anos de idade. Estuda no Colégio Nossa Senhora das Neves – Ibaiti. É filha do casal Marcelo/Joelma Dib. Em breve vou entrevistá-la com orgulho, em meu programa. Parabéns querida amiguinha JULIA DIB!!! Avante, pois o talento não tem limites!!!

Arquivado em Diversas

Comentários (1)

LEI MENINO BERNARDO (Lei da Palmada)… aguarda sanção pela presidente Dilma

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

LEI MENINO BERNARDO (Lei da Palmada). Na próxima segunda-feira (16 junho) – o Promotor de Justiça de Ibaiti – Dr, Ivan Barbosa Mendes (foto) – será o entrevistado do Programa Cesar de Mello, pela Colinas Fm 91,9 – que vai ao ar das 12:15 as 13:30 horas.

Escrito por Admin a 9 de junho de 2014

LEI MENINO BERNARDO (Lei da Palmada). Na próxima segunda-feira (16 junho) – o Promotor de Justiça de Ibaiti – Dr, Ivan Barbosa Mendes (foto) – será o entrevistado do Programa Cesar de Mello, pela Colinas Fm 91,9 – que vai ao ar das 12:15 as 13:30 horas. Ele vai falar sobre a LEI MENINO BERNARDO, já aprovada pelo Senado e que está aguardando sanção pela Presidente Dilma.

Aprovada no dia 4 de junho, pelo Senado Federal, a Lei da Palmada (agora renomeada como Lei Menino Bernardo), ainda divide opiniões. O Projeto de Lei da Câmara (PLC) 58/2014 altera o Estatuto da Criança e do Adolescente e prevê que eles sejam educados e cuidados sem o uso de castigos físicos, tratamento cruel ou degradante.
A lei busca minimizar os atos agressivos. Apesar do nome, o texto do projeto não fala na palmada em si. Está previsto que a criança e o adolescente têm o direito de ser educados e cuidados sem o uso de castigo físico ou tratamento cruel ou ofensivo, que ocorre quando os pais ameaçam ou humilham o filho.

Como se sabe, os casos de agressão acontecem em toda a sociedade. A agressão não ocorre apenas em família com casos de vulnerabilidade social. Este tipo de situação acontece em todas as classes e inclusive em famílias de classe social acentuada.

Tratamento
A porta de entrada para as denúncias será através dos Conselhos Tutelares, que vão decidir que medidas devem ser adotadas. Dependendo do caso, os pais podem ser obrigados a fazer tratamento psicológico, cursos ou, simplesmente, vão receber uma advertência. Os Municípios (Prefeituras) terão se se preparar para atender a situação. É preciso que os pais percebam o quanto o seu comportamento agressivo reflete no desenvolvimento das crianças e adolescentes. É preciso quebrar os ciclos de violência. É preciso que a sociedade compreenda que existem outras formas de educar os filhos, fazendo com que eles cresçam com uma visão social e psicológica da sociedade.

Novo nome
A proposta foi rebatizada de Lei da Palmada para “Lei Menino Bernardo”, em homenagem a Bernardo Boldrini, de 11 anos, cujo corpo foi encontrado no mês de abril, enterrado às margens de uma estrada no município de Frederico Westphalen. O pai e a madrasta são suspeitos de terem participação na morte do garoto.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

© 2017 - Blog do Cesar de Mello.