Arquivo de 04 / 2014

Maioria dos municípios do Norte Pioneiro assume iluminação pública

Escrito por Admin a 30 de abril de 2014

(da Folha de Londrina)

Das 46 cidades do Norte Pioneiro, 35 já são responsáveis pelo setor; Amunorpi recomenda aos restantes esperar para reduzir custos

Gustavo Carneiro
Cornélio Procópio assumiu o serviço em 2010 e é apontada como exemplo para as demais cidades
Divulgação
Em Pinhalão, Executivo encontra dificuldades para a manutenção

Cornélio Procópio – Dos 46 municípios do Norte Pioneiro, 35 (76%) já assumiram o serviço de iluminação pública. A determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para que as prefeituras fiquem com a responsabilidade na manutenção de luminárias e troca de lâmpadas entraria em vigor em fevereiro, mas o prazo foi prorrogado pela segunda vez e os municípios têm até 31 de dezembro. Com essa prorrogação, as prefeituras das 11 cidades restantes resolveram adiar a municipalização: Nova América da Colina, Bandeirantes, Itambaracá, Abatiá, Santa Mariana, Andirá, Jundiaí do Sul, Guapirama, Joaquim Távora, Quatiguá e Carlópolis.

Os serviços englobam o projeto, implantação, expansão, instalações, manutenção e consumo de energia. Como o acervo representa gasto extra para as administrações, existe uma recomendação da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), que abrange 26 cidades da região, para que os prefeitos não se antecipem ao novo prazo.

O prefeito de Barra do Jacaré e presidente da Amunorpi, Edimar Alboneti (PP), disse que o impacto é grande principalmente para os pequenos municípios. É o caso de Barra do Jacaré, com 2,8 mil habitantes. “Estamos definindo um estudo, pois sabemos que uma hora teremos que assumir a responsabilidade, porém pretendemos utilizar o máximo deste prazo para economizar”, disse.

Pinhalão, com 6,4 mil habitantes, assumiu a iluminação pública há dois anos e encontra dificuldades para tocar os serviços. De acordo com o assessor de gabinete, Sidnei Bueno de Oliveira, apenas três funcionários são responsáveis pela manutenção. “Não está sendo fácil. Os funcionários passaram por treinamento e estão levando, mas seria necessário mais gente”, admitiu.

A Regional da Copel de Ibaiti, a que Pinhalão faz parte, é a única em que todos os municípios, 11 no total, já assumiram a iluminação pública. Dos 10 municípios da regional de Cornélio Procópio, apenas Nova América da Colina não se antecipou ao prazo. Já nas regionais de Bandeirantes e Santo Antônio da Platina, apenas quatro cidades já assumiram o acervo da Copel: Cambará e Santa Amélia na primeira e Santo Antônio da Platina e Ribeirão do Pinhal, na segunda.

Ouvidoria
Nos municípios de maior porte, os serviços são terceirizados. Em Cornélio Procópio, uma empresa local faz a manutenção dos seis mil pontos de luz. A cidade que assumiu a iluminação em 2010 é apontada como exemplo para as demais. O secretário de Administração, Carlos Eduardo Medeiros, disse que o serviço funciona bem por meio da Ouvidoria municipal. “Quando há demandas de lâmpadas queimadas, o cidadão nos informa e, em seguida, a empresa é acionada para fazer a substituição”, explicou.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

O “LULA”, como qualquer cidadão, pode sim criticar o julgamento do mensalão. Quem desejar pode também elogiar… em qualquer tempo ou lugar. Isto é exercício do direito de expressao (CF: Art. 220. A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição)

Escrito por Admin a 30 de abril de 2014

“Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”. (Voltaire)

Vejam essa do JOAQUIM BARBOSA, criticando o Ex-Presidente LULA, em relação a entrevista a TV Portuguesa, quando LULA disse: que julgamento do mensalão no STF teve 80% de decisão política, negou existência do esquema e ainda que ‘não tem problema’ se povo protestar durante a Copa. “Barbosa” classificou como muito grave a manifestação de LULA e que “o juízo de valor emitido pelo ex-Chefe de Estado não encontra qualquer respaldo na realidade e revela pura e simplesmente sua dificuldade em compreender o extraordinário papel reservado a um Judiciário independente em uma democracia verdadeiramente digna desse nome”… 

Assim foi dito… É???
Então lá vai minha opinião… espero que vocês, meus amigos, façam como o Barbosa… discordem deste meu pitaco e, de quebra, que me desçam a lenha…

Digo Eu…Cesar de Mello:
Esse Joaquim Barbosa “dá trabalho” heim?
Que tremendo “cara de pau…”
Foi ele, como Ministro do STF (PRESUMIDAMENTE MAGISTRADO IMPARCIAL), quem disse, por inúmeras vezes durante o julgamento do tal “mensalão AP 470?, que alguns Ministros estavam votando “sob encomenda”; que estavam com “votos prontos”, trazidos do planalto”, como por exemplo, em relação aos votos do Min. Ricardo Lewandowski (revisor do mensalão).
Quem não se lembra da histeria do “Barbosa”, quando acusou o Ministro Roberto Barroso de “trazer voto pronto” ou “voto político”, do tipo “diretamente dos porões do Palácio do Planalto”?, quando da discussão dos Embargos Infringentes??, numa clara alusão de que a decisão da “maioria formada sob encomenda” – era para beneficiar os acusados? quem não se lembra dos piripaques do Barbosa nesse Julgamento, exibido pela TV e redes sociais, para o Brasil e para o Mundo??? por essas e outras que muitos juristas e leigos, do Brasil e do Mundo inteiro, comentaram (e comentam) que Joaquim Barbosa aparenta claros sinais de despreparo para presidir nossa Suprema Corte? pois quando contrariado “avacalha com tudo e com todos”?
Aliás, o nosso Presidente (da OAB PR) Juliano Breda, já teve ocasião de dizer: “O ministro Joaquim Barbosa é uma pessoa com qual nenhum diálogo inteligente pode ser travado”.
Em resumo, quem tem o hábito de emitir juízo de valor depreciativo e até afirmativo de desvio de conduta em relação a votos (julgamentos) proferidos por Ministros do STF é o próprio Joaquim Barbosa. Daí, se ele, que presumidamente deveria agir com recato “esculhamba o julgamento, antes, durante e depois”, – penso que a partir daí – qualquer cidadão tem o mesmo direito, pouco importando seu status social e ou político.
Nessa toada o que dizer então do Ex-Presidente LULA (político por excelência)? tem ele direito sim – de criticar e de dar sua opinião,antes, durante ou depois do julgamento do famigerado mensalão. Se o “Juiz” Barbosa – já vinha dizendo que votos de Barroso e de Ricardo Lewandowski foram votos políticos e sob encomenda???
Aliás tanto ele (LULA), quanto EU, VOCE – ou qualquer outra pessoa tem esse mesmo direito. Se a crítica é justa ou injusta, isto não interessa. Dizer agora ou no futuro, que entende que o julgamento do mensalão ou qualquer outro (como a absolvição de Collor – por exemplo) foi político ou jurídico, isto pode e deve sim ser apontado por qualquer cidadão, que tiver essa visão, no legítimo exercício da “liberdade de expressão”.
O LULA, no caso – naturalmente tá se posicionando na visão de seu grupo político (PT). Do outro lado – os opositores (PSDB e outros) – dizem e dirão que o julgamento foi justo, que foi 1000% técnico – totalmente jurídico. Dirão que os condenados, quem sabe, foram tratados até com benevolência pelo STF. Defenderão, quem sabe, que o STF (se fosse possível) deveria ter aplicado a pena de morte aos tais mensaleiros.
Tudo isso pode e deve sim ser dito numa democracia.
Agora, o que NÃO PODE É IMPOR O FALSO MORALISMO… O QUE NÃO PODE É “DAR MORAL” PARA OS “PITIs” do Min. Joaquim Barbosa.
No mais, vem aí copa do mundo… vem aí eleições…. e tudo vai se repetir no Brasil… alguém acredita que não??? Pois como diz o “Eclesiastes: O que foi voltará a ser, o que aconteceu, ocorrerá de novo, o que foi feito se fará outra vez; não existe nada de novo debaixo do sol”. Quem viver verá!!!

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Feriadão de Páscoa deixa 136 mortos nas estradas federais

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(do Terra)

O feriadão de Semana Santa e Tiradentes terminou com um saldo de 136 mortes no trânsito das estradas federais, informou a Polícia Rodoviária Federal em relatório apresentado nesta terça-feira. O balanço aponta também um total de 1.620 feridos em 2.726 acidentes.

Em termos proporcionais à frota, o balanço do feriadão prolongado deste ano representa uma melhora em relação ao mesmo período de 2013. Em 2014, a média diária para cada milhão de veículos indicava 0,33 óbitos, 3,91 feridos e 6,54 acidentes – melhoras respectivamente de 9% (0,36 mortes), 22% (4,98 feridos) e 21% (8,26 acidentes).

Os três índices também apresentam pequena melhora em comparação aos de 2011, quando o feriadão também foi estendido. Neste ano, houve 0,47 mortes, 6,77 feridos e 10,75 acidentes diários para cada milhão de veículos da frota nacional.

Autuações

A operação RodoVida Semana Santa começou à zero hora de quinta-feira, 17, e terminou à meia-noite de segunda-feira, 21. Foram fiscalizados 184 mil veículos; 52.282 foram autuados.

Os policiais realizaram 57 mil testes com bafômetros e flagraram 1.109 motoristas sob efeito do álcool. Destes, 266 foram presos em flagrante por crime de trânsito. Paraná lidera a contagem com maior número de casos neste tipo de infração (105 autuações com 28 prisões), seguido de Santa Catarina (97 e 21) e Minas Gerais (91 e 20).

Estados do Nordeste, todavia, lideram a lista das maiores densidades deste tipo de infração. No Rio Grande do Norte, um motorista foi flagrado sob efeito de bebida alcoólica a cada 21 testes realizados; em Sergipe, um a cada 26, e, em Pernambuco, um a cada 29.

A ultrapassagem em local proibido – igualmente uma das principais causas de acidentes fatais - foi uma das infrações mais flagradas, com 5.745 condutores autuados por esta infração. A PRF também flagrou 522 motociclistas e passageiros circulando sem usar capacete.

Um dos mais graves acidentes ocorre no Paraná. Na BR-369, no norte do Estado, oito pessoas morreram e 25 ficaram feridas quando um ônibus de turismo fretado que viajava de Foz do Iguaçu (PR) para São Paulo saiu da pista e tombou na madrugada de segunda-feira.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Presos fogem da cadeia de Siqueira Campos hoje. Os dois serraram grades e desceram do telhado com uma corda improvisada

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(do Np Diário – Valcir Machado)

Dois presos fugiram após serraram as grades de uma cela da carceragem da delegacia de polícia civil de Siqueira Campos por volta das duas horas da madrugada desta quinta-feira,dia 24.
O delegado Juliano Fonseca informou que havia quatro presos na cela,de onde a dupla saiu,subiu numa escada(o imóvel tem um andar) e o telhado.De lá, com uma corda improvisada de lençol e roupas,os dois marginais desceram e tomaram rumo ignorado.
Leandro Santos Barros(foto), de 21 anos, estava encarcerado por ter matado Lesino Ribeiro após, embriagados, terem tido um desentendimento.Barros,conhecido como “Carroça”, era morador de rua e havia sido abrigado em casa pela vítima depois de se conhecerem num bar.O assassinato foi com uma faca.
Rafael Francisco(foto), 23, condenado por agredir a namorada a facadas numa competição de motocross na cidade em 2.010,depois de ter supostamente flagrado a convivente beijando um desafeto. Cumpriu a pena de um ano, saiu e esfaqueou a própria mãe,retornando para a cadeia.
Neste momento, as polícias civil e militar fazem buscas na região caçando os dois bandidos.v

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Polícia rodoviária federal de Ibaiti apreendeu eletrônicos. Mercadorias vinham de Foz para São Paulo

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(do NPDiário – Valcir Machado)

Exclusivo: A Polícia Rodoviária Federal realizou, na noite desta quarta-feira,dia 23, na BR 153, em Ibaiti, a apreensão de aparelhos eletrônicos vindos do Paraguai.
Ao todo foram apreendidas 129 unidades, sendo 82 aparelhos de som/DVD automotivo das marcas Pionner, Booster e Napoli, 33 tablets, dez telas de LCD da marca Napoli e quatro DVDs portáteis.
A mercadoria, que tinha como destino o Estado de São Paulo, foi encontrada após a abordagem do veículo VW/Voyage, placas ADW2729, da cidade de Foz do Iguaçu, que era ocupado por três indivíduos.
Os autores do crime foram autuados e a mercadoria foi encaminhada para a Receita Federal de Londrina.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Projeto do MP cria 94 cargos comissionados

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(Da Gazeta do Povo)

Brunno Covello/ Gazeta do Povo / Os cargos serão distribuídos pelo procurador-geral de Justiça Os cargos serão distribuídos pelo procurador-geral de Justiça Assessoramento

Em meio a um processo de aumento de gastos com pessoal e de autoconcessão de vários benefícios, o Ministério Público do Paraná (MP) quer criar mais 94 cargos comissionados. Encaminhado ontem à Assembleia Legislativa, o projeto também reduz de 10% para 5% o índice mínimo de servidores efetivos do órgão que deverão preencher funções comissionadas de assessoramento.

Segundo a proposta, as novas vagas de assessor de promotoria ficarão lotadas na Procuradoria-Geral de Justiça e serão distribuídas pelo estado pelo procurador-geral, Gilberto Giacoia. O impacto da medida será de R$ 8,3 milhões anuais aos cofres estaduais. No texto, o MP justifica que precisa “suprir as necessidades decorrentes da defasagem de sua quantidade em relação ao Poder Judiciário”. Diz ainda que é menos oneroso contratar comissionados do que criar cargos.

Benesses

Nos próximos meses, é grande a chance de o MP conceder o auxílio-moradia aos promotores e procuradores, que poderá ser incorporado ao salário. Uma comissão já foi constituída no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ) para regulamentar a lei que instituiu o benefício para juízes e desembargadores. O MP pretende buscar que o acréscimo seja estendido aos seus membros, como uma espécie de reposição diante de perdas salariais. “Se perdermos a capacidade de atrair os melhores quadros, o que vai acontecer? Vamos perder funcionários”, argumentou Giacoia recentemente.

Nos últimos quatro anos, porém, os gastos do MP com pessoal cresceram 23,5% (em valores corrigidos com base no IPCA). Em 2010, foram R$ 337,7 milhões; no ano passado, foram R$ 500 milhões.

Além disso, benefícios foram incorporados à remuneração. Em 2012, foi o auxílio-alimentação, cujo impacto anual foi estimado em R$ 9 milhões à época. No ano passado, foi a vez do auxílio-saúde e das gratificações por assiduidade e produtividade, com impacto aproximado de R$ 12,2 milhões por ano.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

Caso dos Diários Secretos gerou 15 condenações. Quatro anos após a revelação do escândalo de desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa, a Justiça condenou os envolvidos em oito ações criminais

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(da Gazeta do Povo)

 

Quinze pessoas já foram condenadas em função das denúncias da série Diário Secretos feitas pela Gazeta do Povo e pela RPC TV em 2010. A série mostrou como funcionava o esquema de desvio de dinheiro público dos cofres da Assembleia Legislativa do Paraná por meio da contratação de funcionários fantasmas. Das dez ações criminais propostas pelo Ministério Público (MP), oito têm sentença. Além desses processos, há ainda dez ações cíveis, que citam deputados e ex-deputados estaduais.

As mais recentes condenações são do dia 14 deste mês. A 9.ª Vara Criminal de Curitiba condenou Iara Rosane da Silva Matos e José Ricardo da Silva, respectivamente mulher e cunhado do o ex-diretor de pessoal da Assembleia João Leal de Matos. Iara e José Ricardo foram condenados por peculato (desvio de dinheiro público), a uma pena de 6 anos e 8 meses de prisão cada. Cabe recurso da decisão.

Matos, que é investigado em outro processo juntamente com outras cinco pessoas, tinha ligações com o ex-diretor-geral da Assembleia, Abib Miguel, o Bibinho, já condenado a uma pena de 18 anos, 11 meses e 20 dias. Entre os 15 condenados desde 2010, quatro trabalharam na Assembleia. Os outros 11 são parentes deles ou pessoas próximas.

Condenação recente

Em seu despacho, a juíza Ângela Regina Ramina de Lucca conclui que Iara Matos e José Ricardo recebiam salários da Assembleia e constavam na lista de funcionários da Casa, mas não trabalhavam no local. Segundo a sentença, entre 1994 e 2009 Iara recebeu R$ 1.164.070,54. Já José Ricardo, entre 2001 e 2009, teve R$ 1.337.752,55 depositados em sua conta bancária.

Ambos afirmaram em juízo que trabalhavam no Legislativo, mas a magistrada concluiu que eles “eram servidores fictícios, em nome de quem eram depositados valores a título de salários pagos pela Assembleia Legislativa do Paraná, sem que efetivamente tivessem que prestar qualquer atividade em prol do Poder Público”.

A sentença mostra a evolução salarial de Iara: segundo os autos, de janeiro de 1995 a março de 1997, seu salário variou de R$ 406 a R$ 653,33; entre janeiro de 2008 e abril de 2009, o vencimento chegou a R$ 18.255,59. “Nenhum dos réus trouxe aos autos qualquer explicação sólida sobre o porquê da discrepância de salários entre funcionários que possuíam a mesma atribuição e eram lotados para o mesmo cargo, podendo o salário dobrar de valor, a depender da pessoa”, diz o despacho.

Entre janeiro de 2001 e junho de 2009, de acordo com os autos, José Ricardo recebeu cerca de R$ 1 milhão, mas “não adquiriu nenhum veículo, imóvel ou qualquer outro bem que fosse condizente com a renda percebida”, argumenta a juíza na sentença. A reportagem não localizou ontem o advogado dos acusados.

 

Histórico

Série revelou esquema que pode ter desviado mais de R$ 200 milhões

A série Diários Secretos, da Gazeta do Povo e da RPC TV, analisou 724 edições do Diário Oficial da Assembleia Legislativa do Paraná, publicadas entre 1998 e 2009. O levantamento durou dois anos e desvendou um esquema criminoso de desvio de dinheiro que, segundo estimativas do Ministério Público, pode ultrapassar R$ 200 milhões. Os recursos públicos, como mostrou a investigação, eram desviados por meio da contratação de servidores fantasmas ou laranjas – muitos dos quais parentes dos envolvidos. O esquema foi ocultado durante décadas da sociedade, por meio de uma série de entraves criados pela própria Assembleia para a divulgação dos diários oficiais da Casa, onde eram oficializadas as contratações dos funcionários que não trabalhavam. Em protesto, milhares de paranaenses foram às ruas no dia 8 de junho de 2010 para protestar contra a corrupção e pedir mais transparência. A série levou à abertura de 20 ações, dez criminais e dez cíveis.

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

STF determina instalação imediata da CPI ‘exclusiva’ da Petrobrás

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

(do Blogdocampana)

2012-513464083-2012042605512_20120427.jpgGLOBO

De O Estado de S. Paulo:

Brasília – (atualizado às 23h50) A ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber atendeu na noite desta quarta-feira, 23, a oposição e concedeu uma liminar que determina a instalação imediata de uma Comissão Parlamentar de Inquérito com foco apenas em suspeitas sobre a Petrobrás. A decisão compromete a estratégia do governo de incluir na comissão apurações sobre o cartel de trens em São Paulo, o que atingiria o PSDB de Aécio Neves, e obras do Porto de Suape em Pernambuco, o que fustigaria o PSB de Eduardo Campos.

A ministra afirmou que o direito garantido à minoria de criar CPIs para investigar irregularidades não pode ser submetido ao crivo da maioria, como propôs o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) – ele pediu que o plenário da Casa analisasse a possibilidade de instalar a CPI ampliada. Assim, até que o mérito da causa seja julgado por todos os ministros do STF, Renan não pode submeter o assunto aos senadores.

Os governistas devem recorrer da decisão, o que levará a liminar a ser julgada pelo STF em prazo incerto. O recurso pode ser usado como argumento político pelos governistas a fim de retardar a instalação da CPI. Pela decisão de Rosa Weber, porém, os membros da comissão, assim como seu presidente e seu relator, já podem ser indicados pelos partidos.

Os partidos oposicionistas querem uma investigação restrita à administração da Petrobrás no governo petista, especialmente a compra da refinaria de Pasadena, nos EUA. A negociação teve o aval da então ministra da Casa Civil Dilma Rousseff. A presidente justificou sua decisão dizendo que a decisão foi tomada com base em um resumo executivo “falho”.

Com as assinaturas necessárias coletadas pelos partidos de oposição, os governistas buscaram alternativas para diluir possíveis prejuízos eleitorais para Dilma, que tentará reeleição.

Daí surgiu a tática de incluir na apuração o cartel e as obras do porto pernambucano. Renan comandou a operação – o peemedebista está atualmente de licença da Presidência do Senado porque vai participar da missa em ação de graças pela canonização de São José de Anchieta, a ser celebrada nesta quinta pelo papa Francisco na Igreja de Santo Inácio de Loyola, em Roma.

Redução de danos. Além dos prováveis recursos para que as liminares sejam analisadas pelo plenário do STF, manobras políticas ainda podem atrasar o início das investigações. No passado, em razão da recusa dos partidos em indicar os integrantes da CPI dos Bingos, o Supremo determinou que o presidente do Senado promovesse as escolhas. Entretanto, não há prazo para isso.

Depois, as negociações políticas sobre quem presidirá a CPI e quem relatará as investigações podem se arrastar por semanas, gerando embates entre governo e oposição. Os governistas ainda tentam esvaziar as investigações apoiando a aprovação de convites para que integrantes do governo sejam ouvidos em comissões temáticas no Congresso, menos hostis que uma CPI. Independentemente dos desfecho do caso, o Palácio do Planalto já trabalha para sintonizar os discursos dos integrantes do governo que comparecerão ao Congresso nos próximos dias. Tudo para evitar divergentes que oponham a gestão de Dilma à de seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva.

Confira trecho da decisão:

“(…) defiro em parte a liminar, sem prejuízo, por óbvio, da definição, no momento oportuno, pelo Plenário desta Suprema Corte, da cognoscibilidade da presente ação mandamental e de seu mérito, e até que tal ocorra, para suspender o ato impugnado, no que implica submeter à deliberação da maioria do Senado o requerimento da CPI da minoria, a despeito do aparente cumprimento dos requisitos constitucionais, e para determinar que a CPI seja implementada não com o objeto alargado do RQS nº 303, de 2014, e sim com o objeto restrito proposto no RQS nº 302, de 2014, de que signatários os impetrantes. Notifique-se a autoridade apontada como coatora para que preste informações, em dez dias (arts. 7º, I, da Lei 12.016/09 e 203 do RISTF). Cientifique-se a AGU (art. 7º, II, da Lei 12.016/09). Após, vista ao Ministério Público Federal (arts. 12, caput , da Lei 12.016/09 e 205 do RISTF). Publique-se. Brasília, 23 de abril de 2.014 (22 h)”

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

POLÍCIA: ocorrências atendidas na área da 3a CIA PM., do dia 23 para 24 de abril de 2014.

Escrito por Admin a 24 de abril de 2014

01           9800028

NOTICIA DE FATO FUTURO        IBAITI: Por volta das 10h15min mediante solicitação do Sr. XXXX a equipe PM deslocou até a Vila Rural do Vassoural no local, o solicitante relatou que entrou em desacordo com o Sr. XXXX a respeito de uma plantação ali existente, no local se encontrava também o Sr. XXX o qual passou a relatar que arrenda a terra para plantação e em presente data ao estar realizando a passagem de veneno na plantação foi impedido pelo Sr. XXX o qual informou que obteve o ganho processual da terra, o Sr. XXXX relatou que impediu que transitasse pela lavoura pois iria realizar a construção de um cerca divisória e que o local onde estaria a plantação pertence ao mesmo, no local as partes foram orientadas a comparecer no Fórum local para que sejam tomadas as medidas cabíveis ao fato, ja que a posse da terra esta em transito judicial. No local as partes estavam apenas em desacordo não sendo presenciado ameaça por ambos os lados. Continuar a Ler »

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

POLICIAIS MILITARES DO 2º BPM REALIZAM APREENSÃO DE COCAÍNA EM JAPIRA.

Escrito por Admin a 22 de abril de 2014

A Polícia Militar de Japira, através da equipe de radiopatrulha local, neste sábado (19), por volta das 16h00, realizou a abordagem e prisão de 02 (dois) jovens de aproximadamente 18 anos de idade, os quais estavam no centro daquela cidade em posse de 09 (nove) invólucros plásticos contendo substâncias análogas a “cocaína”, além de 01 (um) “cigarro de maconha”.

No momento da abordagem policial militar, os infratores alegaram serem usuários de drogas, no entanto, considerando várias denúncias que recaíam em seus desfavores a respeito do tráfico de drogas naquela localidade, os autores foram conduzidos juntamente com as drogas ilícitas apreendidas para a Delegacia de Polícia de Ibaiti.

3ª Cia. PM/2º BPM

Arquivado em Diversas

Comentários (0)

© 2017 - Blog do Cesar de Mello.