SOBRE A NOMEAÇÃO DA FILHA DO MINISTRO MARCO AURÉLIO (STF), COMO DESEMBARGADORA DO Tribunal Regional Federal da 2ª Região

A presidente Dilma Rousseff nomeou na quarta-feira (19) Letícia Mello para o cargo de desembargadora do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que abrange o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. Ela atuará na capital fluminense. Letícia é filha do ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello e da desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios Sandra de Santis. Aos 37 anos, Letícia é considerada nova para assumir o cargo. Vide matéria neste blog: http://blogdocesardemello.com.br/2014/03/filha-de-marco-aurelio-mello-e-nomeada-ao-trf/

Essa forma de composição de nossas Cortes Superiores é por demais intrigante! Confesso que ainda não me convenci de que possa haver – ao menos no cenário republicano atual – uma forma mais ajustada de composição, que não essa DA INDICAÇÃO DE AMIGOS, PARENTES E PROTEGIDOS… da troca de favores… como aliás o explosivo Joaquim Barbosa tem reiteradamente denunciado (aliás ele próprio, ao que se comenta, é um favorecido desse sistema, dado que o mundo jurídico inteiro – põe em dúvida – o seu “notório saber jurídico”).

Sou avesso a Fábio Camargo… a Maurício Requião…. a meu sentir são figuras arrogantes, prepotentes… (os verdadeiros piás de prédio – lembrando o bruto, rústico e sistemático Osmar Dias) – frutos de uma estrutura política que ainda impera em Curitiba (isso mesmo – só em Curitiba), porque eles não possuem qualquer relação com o todo paranaense.

Mas indago: a filha do Marco Aurélio pode integrar o TRF? O irmão do Requião não pode integrar o TCE PR? o filho do Clayton Camargo também não pode? que régua de justiça é essa? Como se mede a correção da indicação? em um caso é maracutaia, conluio… em outro é coisa séria?

E alguém poderá dizer que não houve – também nesse caso da filha do Marco Aurélio – como de resto há em todos os casos – as famosas “articulações de bastidores”?
Hipócritas! somos todos nós!

Daí, quando um Prefeito lá em JARDIM OLINDA (menor Município do PR, com com 1.424 habitantes) – nomeia um “sobrinho iluminado” (desses que Requião fala existir somente na família dele) para um cargo comissionado qualquer – DÁ-LHE MINISTÉRIO PÚBLICO EM CIMA, com arguição de improbidade, afastamento do cargo, inelegibilidade e o banimento da vida política!!!

Ahhhhhhhhh!!!!- Deus du Céu!!!…. que republiqueta de faz de contas é essa!!!!

Quem vai por fim a essa situação???

Arquivado em Diversas

Deixe um Comentário!

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Digite os caracteres da imagem no campo acima

© 2017 - Blog do Cesar de Mello.